América Mineiro   Atlético Mineiro   Atlético Paranaense   Bahia   Botafogo   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cruzeiro   Flamengo   Fluminense   Grêmio   Internacional   Palmeiras   Paraná   Santos   São Paulo   Sport   Vasco   Vitória   Atlético Goianiense   Avaí   Boa Esporte   Brasil - RS   Coritiba   CRB   Criciuma   CSA   Figueirense   Goias   Guarani   Juventude   Londrina   Oeste   Paysandu   Ponte Preta   Sampaio Corrêa   Santa Cruz   São Bento (SBN)   Vila Nova  

Jabá:Meu jogo inesquecível pelo Brasil em Manaus 2003

 
Brasil não brilha, mas vence Equador e lidera as eliminatórias
03/06/2018 12h49, Plantão Esportivo/ Alexandre Jabá
 
20 Gol de Ronaldinho Gaúcho (Foto: Getty Images)
Gol de Ronaldinho Gaúcho (Foto: Getty Images)

A atuação do Brasil não foi das melhores, mas eu fiquei muito emocionado, sai de Ariquemes-RO para ver pela primeira vez a seleção do meu país, recém Penta Campeã Mundial. Mas pelo menos a seleção brasileira venceu o Equador por 1 a 0, em Manaus, e assumiu a liderança isolada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2006.

Fiquei ao lado da torcida equatoriana, atrás do gol, as provocações era sem graça, poís  a soberania de uma seleção penta campeã Mundial, contra uma seleção sem expressão nenhuma no cenário do futebol. Ver jogando: Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo, Alex e Kaká, não tem como não dizer, "eram os mágicos da bola". Na saída do Vivaldão ainda podi conhecer o gênio da música da terra David Assayag, meu amigo Robgol me apresentou o músico muito conhecido em Manaus nas músicas do boy da região.

O time de Carlos Alberto Parreira se reúne novamente em novembro para enfrentar o Peru e o Uruguai, ambos com três pontos. O jogo contra o Peru será em Lima, no dia 15 ou 16 de novembro. Já contra o Uruguai a partida será em Curitiba, no dia 18 ou 19.

O gol da vitória desta quarta sobre o Equador foi marcado por Ronaldinho Gaúcho, que dividiu com um zagueiro após cruzamento de Roberto Carlos. No segundo tempo, os equatorianos foram prejudicados pelo árbitro venezuelano Luis Vladimir Solórzano, que deixou de marcar um pênalti claro de Roque Júnior em Reasco.

Poucos se salvaram pela seleção. Dida fez defesas seguras quando requisitado, Roberto Carlos foi participativo e Gilberto Silva, como sempre, não comprometeu. Ronaldo e Zé Roberto, os melhores contra a Colômbia, caíram de produção. E Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho ficaram longe de se acertar em campo.

 

Brasil 1 a 0 Equador, em Manaus 2003 eliminatórias da Copa 2006 (Vídeo: YouTube)

BRASIL

Dida; Cafu, Lúcio, Roque Júnior e Roberto Carlos; Gilberto Silva, Emerson (Renato), Zé Roberto e Ronaldinho Gaúcho (Kaká); Rivaldo (Alex) e Ronaldo
Técnico: Carlos Alberto Parreira

EQUADOR

Cevallos; De la Cruz, Hurtado, Espinosa e Reasco; Méndez, Edwin Tenorio, Obregón, Ayovi e Chalá; Carlos Tenorio (Otilino Tenorio)
Técnico: Hernán Darío Gómez

Local: estádio Vivaldão, em Manaus
Árbitro: Luis Vladimir Solórzano (Venezuela)
Gol: Ronaldinho Gaúcho, aos 13min do primeiro tempo
Cartões amarelos: Reasco (E) e Ayovi (E)

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• REAL ARIQUEMES FUTEBOL CLUBE 2018, UM PARADOXO
• Meus Pitacos lá de Tocantins: E agora CBF este episodio de quarta feira ?
• Pitacos do Jabá: O Porco engoliu o Peixe; Furacão do Vale do Jamari aplaudido de PÉ

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: alexandrejaba1@gmail.com

© 2018 - Todos os direitos estão reservados - Jabá:Meu jogo inesquecível pelo Brasil em Manaus 2003 - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco