Athletico Paranaense   Atlético Mineiro   Avaí   Bahia   Botafogo   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cruzeiro   CSA   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Goias   Grêmio   Internacional   Palmeiras   Santos   São Paulo   Vasco   América Mineiro   Atlético Goianiense   Botafogo-SP   Bragantino   Brasil - RS   Coritiba   CRB   Criciuma   Cuiabá   Figueirense   Guarani   Londrina   Oeste   Operário-PR   Paraná   Ponte Preta   São Bento (SBN)   Sport   Vila Nova   Vitória  

Paysandu contrata advogado do Flamengo para anular o jogo contra o Náutico no STJD

 
Equipe paraense conta com o escritório do advogado Michel Assef Filho para tratar do caso.
11/09/2019 19h21, Globoesporte.com /Belém
 
20 Escritório de Michel Assef Filho será o responsável pelo pedido de anulação do jogo entre Náutico e Paysandu (Foto: Elise Duque/Assessoria TJD-RJ)
Escritório de Michel Assef Filho será o responsável pelo pedido de anulação do jogo entre Náutico e Paysandu (Foto: Elise Duque/Assessoria TJD-RJ)

O Paysandu deve entrar, na tarde desta terça-feira, com um pedido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para anular a partida contra o Náutico, realizada no último domingo, que valeu ao time pernambucano o acesso à Série B do Brasileiro de 2020.

A equipe paraense contratou o escritório do advogado Michel Assef Filho para tratar do caso. Assef é conhecido por trabalhar na defesa de jogadores e de clubes, como o Flamengo, no STJD.

O Paysandu deve alegar uma série de problemas para anular o confronto diante do Náutico. O principal deles é a marcação de um pênalti aos 49 minutos do segundo tempo, quando o Papão vencia por 2 a 1. O árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden viu um toque da bola na mão do volante Uchôa. O Timbu empatou o confronto e a vaga à Segundona foi decidida nas penalidades máximas, com os pernambucanos vencendo por 5 a 3.

Na visão do Paysandu e de ex-árbitros, como Sandro Meira Ricci, o lance não era passivo de interpretação. O time bicolor detalhou a regra, em uma nota oficial, para mostrar que o possível erro de Vuaden foi "gravíssimo e escandaloso". Além disso, o Papão também cita dificuldades passadas pelo elenco e pela comissão técnica após o apito final, quando a torcida do Timbu invadiu o campo de jogo para comemorar o acesso. A delegação Alviceleste teria sido cercada pelos torcedores e o odontólogo da equipe, Fernando Augusto, agredido.

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Zagueiro Jorge é campeão da Copa do Nordeste Sub-20 pelo Vitória-BA
• Cortez, lateral do Grêmio, se comove com história do youtuber autista de Rondônia
• Atleta de Ariquemes é bicampeão do ciclismo na prova de velocidade dos Jogos Escolares em Blumenau

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: alexandrejaba1@gmail.com

© 2019 - Todos os direitos estão reservados - Paysandu contrata advogado do Flamengo para anular o jogo contra o Náutico no STJD - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco