Athletico Paranaense   Atlético Mineiro   Avaí   Bahia   Botafogo   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cruzeiro   CSA   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Goias   Grêmio   Internacional   Palmeiras   Santos   São Paulo   Vasco   América Mineiro   Atlético Goianiense   Botafogo-SP   Bragantino   Brasil - RS   Coritiba   CRB   Criciuma   Cuiabá   Figueirense   Guarani   Londrina   Oeste   Operário-PR   Paraná   Ponte Preta   São Bento (SBN)   Sport   Vila Nova   Vitória  

Athletico suporta pressão, é letal no contra-ataque e faz história no Beira-Rio

 
Athletico aprende com as derrotas de 2019, segura o Internacional e constrói o 2 a 1.
19/09/2019 09h11, Fernando Freire e Monique Silva
 
20 Furacão ganha a Copa do Brasil pela primeira vez. (Foto: BP Filmes)
Furacão ganha a Copa do Brasil pela primeira vez. (Foto: BP Filmes)

O Athletico aprendeu com as derrotas de 2019, suportou a pressão do Internacional e matou o jogo nos contra-ataques para ser campeão da Copa do Brasil. O time de Tiago Nunes mostrou maturidade, não repetiu erros de jogos anteriores e venceu por 2 a 1 em pleno Beira-Rio.

O Athletico mostrou ter tirado lições, por exemplo, das derrotas por 2 a 0 para o Boca Juniors, pela Libertadores, e por 3 a 0 para o River Plate, pela Recopa. Nessas partidas, o Athletico adotou postura defensiva, ameaçou pouco e, quando teve as oportunidades, não aproveitou.

Dessa vez, o Athletico teve segurança na defesa e, de quebra, mostrou eficiência no ataque. Em um lance, Rony arrancou, Marco Ruben ajeitou, e Léo Cittadini bateu com categoria. Já no fim, Marcelo Cirino passou por dois marcadores e serviu Rony para garantir o 2 a 1 em Porto Alegre.

 

"Nós tínhamos muita clareza que, para competir com o Internacional, teríamos que fazer o gol aqui. Eu reiterei isso muito durante a semana e na palestra, de fazer gol aqui", diz Tiago Nunes." - Thiago Nunes

Além de ter sido cirúrgico, o Athletico - diferente dos jogos contra Boca e River - conseguiu segurar a bola. Nos minutos finais, o Furacão trocou passes do meio para frente, evitou que o Internacional partisse para a pressão e ainda marcou o 2 a 1 após bela jogada de Marcelo Cirino.

- No segundo tempo, a gente consertou o posicionamento do lado direito nosso, tentamos encaixar melhor a marcação do Khellven. Depois, a entrada do Madson para dar esse suporte porque tinha muita bola lançada, um marcador melhor que o Khellven na bola aérea. Depois, quando o Marco esgotou e o Inter se soltou um pouco mais, a entrada do Marcelo, que é um jogador de velocidade e de transição - explicou.

Tiago Nunes destacava, mesmo após as derrotas, que os jogos contra Boca e River fariam o Athletico criar "casca" e chegar mais forte. E o time provou isso dentro de campo. O Athletico mostrou tudo o que um campeão precisa, do equilíbrio à eficiência, e mereceu muito o título.

 

Athletico levanta a Copa do Brasil em pleno Beira-Rio (Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)
Athletico levanta a Copa do Brasil em pleno Beira-Rio (Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)

 

E o torcedor rubro-negro tem muitas coisas, além do título, para comemorar. O Furacão já garantiu vagas na Libertadores e na Supercopa (torneio que vai reunir os campeões da Copa do Brasil e do Brasileirão) para 2020. Além disso, faturou R$ 64 milhões só em premiação.

O título também tira qualquer dúvida sobre o patamar do clube. Se alguém ainda duvida que o Athletico é um dos grandes do futebol brasileiro, restam cada vez menos argumentos contrários. As campanhas sólidas, os títulos recentes e a estrutura invejável falam por si.

Os próximos dias serão de festa para o torcedor e para o grupo. Na sequência, o Athletico vai (tentar) voltar as atenções para o Brasileirão. O Furacão enfrenta o Vasco, às 16h de domingo, em São Januário, pela 20ª rodada. O Athletico é o 11° colocado, com 26 pontos.

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Ariquemenses conquistam medalhas no Campeonato Brasileiro de Karate, em Minas Gerais
• PATROCINADOR OFICIAL DO BRASILEIRÃO ASSAÍ ATACADISTA ANUNCIA ABERTURA EM RONDÔNIA
• JONATHAN ANTERO APITA LONDRINA E FIGUEIRENSE PELA SÉRIE B

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: alexandrejaba1@gmail.com

© 2019 - Todos os direitos estão reservados - Athletico suporta pressão, é letal no contra-ataque e faz história no Beira-Rio - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco