América Mineiro   Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Bragantino   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cuiabá   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Grêmio   Internacional   Juventude   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Avaí   Botafogo   Brasil - RS   Brusque   Confiança   Coritiba   CRB   Cruzeiro   CSA   Goias   Guarani   Londrina   Náutico   Operário-PR   Ponte Preta   Remo   Sampaio Corrêa   Vasco   Vila Nova   Vitória  
4

Ji-Paraná Futebol Clube completa 29 anos nesta quarta feira

 
Conheça o Ji-Paraná: O maior campeão de Rondônia na era profissional do futebol rondoniense
22/04/2020 09h46, Plantão Esportivo/ Informações Thaís Nauara
 
20 O maior campeão rondoniense Ênia-Campeão (Foto: Divulgação)
O maior campeão rondoniense Ênia-Campeão (Foto: Divulgação)

O Ji-Paraná nasceu em 1991, ano da profissionalização do futebol de Rondônia. Assim como o bom futebol brasileiro, que segundo o jornalista PVC do SporTv, nasce de todo local possível para rolar uma bola, o Ji-Paraná também nasceu de um campinho de terra no interior do município que tem o mesmo nome do time. A equipe, formada por garimpeiros, seringueiros e trabalhadores da rádio-telex, aproveitavam as horas livres para relaxar, depois de um dia cansativo de trabalho no garimpo de diamantes no Rio Machado. 

Brigando para permanecer no G2 do grupo B, o Ji-Paraná entrou na quarentena sem saber o que é perder no Campeonato Rondoniense 2020. O time e a torcida do Galo da BR já sonhava com uma classificação precoce para as semifinais, mas, tiveram o sonho interrompido por algumas semanas, devido a pandemia do novo coronavírus e a suspensão do Estadual por tempo indeterminado.

 

Equipe 2020 (Foto: Chico Limeira)
Equipe 2020 (Foto: Chico Limeira)

Ao completar 29 anos de história nesta quarta feira (22 de abril), o Ji-Paraná Futebol Clube recebe essas palavras como o maior presente que poderia ganhar. 

Além dos nove títulos estaduais, conquistados em 91, 92, 95,96, 97, 98, 99, 2001 e 2012 , o Ji-Paraná ficou conhecido nacionalmente em 1995 e 1997 quando fez grande campanha no Campeonato Brasileiro da série C.

 

A sua casa que é o Biancão, sempre cheia com a sua torcida apaixonada... (Foto: Divulgação )
A sua casa que é o Biancão, sempre cheia com a sua torcida apaixonada... (Foto: Divulgação )

Em 2006, o “poderoso” Sport Clube Ulbra com folha salarial superior a R$ 60 mil, fazia o primeiro clássico local contra o Ji-Paraná, time esse na época, de salários atrasados e falta de estrutura. Com um dos maiores públicos já registrado no campeonato estadual, naquele dia histórico aconteceu o inesperado, vitória emocionante do Ji-Paraná por 2 a 1 e a explosão de 95% dos torcedores que lotaram as arquibancadas do estádio. Os outros 5% era a minúscula torcida da Ulbra. Esta vitória emocionante resultou em uma reflexão do jornalista Antônio Pessoa, na época repórter do Jornal Estadão, Antônio escreveu a seguinte passagem:

"Quem pode explicar esse enigma chamado Ji-Paraná? Pode um time ser grande sem ter campo de futebol? Pode uma equipe crescer sem sede social, sem estrutura alguma? E como explicar essa raça dos jogadores que não recebem salários em dia? O Ji-Paraná parece trabalhador brasileiro, que sai de casa de barriga vazia e dá duro o dia todo, fazendo bem o serviço e milagre na luta pela sobrevivência".
É difícil explicar também a paixão de uma cidade por um time sem lenço e sem documento. Um time que desafia a lógica. Quando a bola rola, a primeira a ser derrotada é a razão. O gostinho de Davi derrotando o gigante Golias é o sabor que fica como ocorreu na surpreendente eliminação do Operário de Campo Grande pelo Campeonato Brasileiro da Série C em 1997. E hoje contra a ULBRA pelo Campeonato Rondoniense.

Esse ano a equipe conquistou um belo presente a aquisição de seu ônibus próprio  (Foto: Divulgação)

Esse ano a equipe conquistou um belo presente a aquisição de seu ônibus próprio (Foto: Divulgação)

Os cem maiores clubes do século

O Ji-Paraná aparece em duas publicações nacionais sendo citado como um dos maiores clubes do Brasil. Em 1992, a revista Placar em uma de suas edições trazia o título: os cem maiores clubes do século. No meio do Palmeiras, Internacional, Vasco, Flamengo, São Paulo, Santos Corinthians, entre outras grandes academias, estava lá um clube azul celeste da região norte do Brasil, o Ji-Paraná entre os cem maiores. Em 2005 foi a vez do Ji-Paraná aparecer no livro Grandes Clubes Brasileiro – Os 80 maiores Clubes do Brasil, escrito por Marcelo Migueres e Celso Unzelte e com participação do torcedor ji-paranaense Lindenberg. Em meio a tantas histórias, o Ji-Paraná Futebol Clube não se resume apenas aos nove títulos estaduais, oito participações na copa do Brasil e vários campeonatos brasileiros disputados. " - Da Redação

 

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Equipe Feminina de Basquete do Porto Velho Miners Sports, conquista mais um título
• Equipe de Porto Velho embarcou para Goiânia para realização de amistosos
• Rondoniense Sub-17/2022: Dez clubes participam da competição

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: [email protected]

©2022 - Todos os direitos estão reservados - Ji-Paraná Futebol Clube completa 29 anos nesta quarta feira - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar | CNPJ.: 41. 193. 592/0001-92

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco