Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Botafogo   Bragantino   Ceará   Corinthians   Coritiba   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Goias   Grêmio   Internacional   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Vasco   América Mineiro   Avaí   Botafogo-SP   Brasil - RS   Chapecoense   Confiança   CRB   Cruzeiro   CSA   Cuiabá   Figueirense   Guarani   Juventude   Náutico   Oeste   Operário-PR   Paraná   Ponte Preta   Sampaio Corrêa   Vitória  

Goleiro Bruno fala com exclusividade ao programa PLANTÃO ESPORTIVO nesta quarta feira

 
"Eu só quero voltar a trabalhar e conquistar o meu espaço no Rio Branco"
28/07/2020 17h07, Plantão Esportivo
 
20 Bruno se apresenta na próxima sexta feira 31, na capital acreana. (Foto: Divulgação)
Bruno se apresenta na próxima sexta feira 31, na capital acreana. (Foto: Divulgação)

O goleiro Bruno Fernandes ex Flamengo, 35 anos, irá se apresentar no Rio Branco-AC na próxima sexta feira (31) para disputa do campeonato acreano e o brasileiro da Série D. A repercursão foi grande nas redes sociais e na imprensa esportiva do estado do Acre. As manifestações contra a contração do goleiro, foi assunto do momento na capital acreana.

Nesta quarta feira (29), no programa PLANTÃO ESPORTIVO, pela Rádio Verde Amazônia, ás 13hs ( Horário de Rondônia), o goleiro Bruno fala sobre a sua volta ao futebol com os jornalistas esportivos Alexandre Jabá e Pedrinho Boiadeiro. "Quero voltar a trabalhar e sustentar a minha família". Bruno citou exemplo do cantor Belo, se ele não pudesse mais cantar ? Como ele estaria vivendo ? Eu tenho saúde e tenho proposta de emprego, cumpro com a justiça no semiaberto, pretendo jogar mais 3 anos e honra com o contrato com o presidente do Rio Branco. 

Do ponto de vista legal, Bruno pode voltar a trabalhar. Desde julho do ano passado ele tem direito ao regime semiaberto, de acordo com a lei penal brasileira. “É uma pessoa que está buscando reintegração social. E o que ele sabe fazer é jogar futebol.

Para que Bruno seja autorizado a voltar aos gramados, o novo clube e a defesa do jogador precisam apresentar à Justiça um contrato de trabalho e o cronograma do clube. “A praxe para todos os presos do semiaberto é que a pessoa faça a solicitação, juntando comprovações. O juiz, então, abre vista ao Ministério Público, que se manifesta a respeito e, depois disso, decide”, afirmou, em nota, o Tribunal de Justiça.

Pela legislação esportiva, também não há impedimento. “Não existe nenhuma previsão no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) de banimento do esporte por causa de condenação criminal”, afirmou Flavio Zveiter, ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e membro do Comitê de Ética da Fifa. “Se o juiz da execução penal autorizar, e o trabalho dele for jogar futebol, pode voltar a trabalhar.”

 

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Ji-Paraná Confirma Participação na Copa Verde 2021
• Ji-Paraná e Vilhenense encerram participação da Série D 2020
• 22ª RODADA DO BRASILEIRÃO 2020: "UM CORINTHIANS DESCONHECIDO ATÉ ENTÃO"

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: alexandrejaba1@hotmail.com

© 2020 - Todos os direitos estão reservados - Goleiro Bruno fala com exclusividade ao programa PLANTÃO ESPORTIVO nesta quarta feira - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco