Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Botafogo   Bragantino   Ceará   Corinthians   Coritiba   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Goias   Grêmio   Internacional   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Vasco   América Mineiro   Avaí   Botafogo-SP   Brasil - RS   Chapecoense   Confiança   CRB   Cruzeiro   CSA   Cuiabá   Figueirense   Guarani   Juventude   Náutico   Oeste   Operário-PR   Paraná   Ponte Preta   Sampaio Corrêa   Vitória  

INÉDITO: Ji-Paraná vence Nacional em Manaus e se classifica para fase de grupos da Série D

 
Jipa entra no grupo 1, junto com: Atlético, Bragantino, Fast, Galvez, Independente, Rio Branco.
14/09/2020 12h06, Globoesporte.com
 
20 Ji Paraná venceu o Nacional e avança na Série D. (Foto: GloboEsporte.com)
Ji Paraná venceu o Nacional e avança na Série D. (Foto: GloboEsporte.com)

O Ji-Paraná vai disputar a Série D pela primeira vez na história. A equipe rondoniense voltou a vencer o Nacional neste domingo, dessa vez por 2 a 1, na Arena da Amazônia, em Manaus, e despachou o rival amazonense, que perdeu nas duas partidas. Os gols da vitória foram marcados por Marabá e Renan. Jackie Chan descontou de pênalti nos acréscimos.

Com a classificação, o Jipa avançou para o grupo 1, que conta com Atlético-AC Bragantino-PA, Fast-AM, Galvez-AC, Independente-PA, Rio Branco-AC e Vilhenense-RO. A estreia será contra o Atlético-AC, no próximo final de semana, em local e horários a serem definidos.

O Jogo

Em desvantagem de um gol, o Nacional tentou propor o jogo desde o primeiro minuto, mas esbarrou na forte marcação do Jipa, que posicionado no 4-1-4-1, tentava sair nos contra-ataques. Mesmo tomando a iniciativa, o Naça tinha dificuldade para infiltrar na defesa adversária. Assim, forçou os cruzamentos e os chutes de longe.

Num deles, Guilherme Adolfo obrigou Dida a fazer grande defesa. E, na melhor chance do time da casa, Wander arrancou com velocidade do meio de campo, entrou na área, mas adiantou a bola na hora "h" e desperdiçou. Enquanto isso, os visitantes eram perigosos nas bolas paradas, sempre com Kabrine. Numa delas, aos sete, Lucão fez grande defesa para salvar o Naça.

logo com dois minutos do segundo tempo. Watthimen recebeu de Ícaro dentro da área, fez grande jogada individual e chutou cruzado. Marabá, em posição duvidosa, colocou o peito na bola e empurrou para o fundo das redes. O desespero tomou conta do Naça, que sem conseguir criar novas chances, apelou para as arrancadas individuais de Jackie Chan.

As melhores chances do clube foram com Raphael Carioca, que entrara no lugar de Ivamar no intervalo. Primeiro ele desperdiçou passe por trás da defesa de Guilherme Adolfo e depois um cruzamento na medida de Leozinho. Ainda deu tempo para Renan aumentar o placar e de Jackie Chan, nos acréscimos, fazer o gol de honra nacionalino, de pênalti.

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Goleiro Hugo do Flamengo destaque do jogo contra o Palmeiras já brilhou em Ariquemes
• Vilhenense vence o Ji-Paraná em casa, garante os primeiros três pontos pela Série D
• Porto Velho F.C empresta dois jogadores para Portuguesa-RJ

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: alexandrejaba1@hotmail.com

© 2020 - Todos os direitos estão reservados - INÉDITO: Ji-Paraná vence Nacional em Manaus e se classifica para fase de grupos da Série D - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco