América Mineiro   Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Bragantino   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cuiabá   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Grêmio   Internacional   Juventude   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Avaí   Botafogo   Brasil - RS   Brusque   Confiança   Coritiba   CRB   Cruzeiro   CSA   Goias   Guarani   Londrina   Náutico   Operário-PR   Ponte Preta   Remo   Sampaio Corrêa   Vasco   Vila Nova   Vitória  

É a hora de fechar tudo no Brasil e parar também com o futebol

 
Além da vacinação, precisamos de união do povo, empatia e sacrifício
02/03/2021 13h04, Por Casagrande
 
20 Estádio do Morumbi é ponto de vacinação contra Covid-19 em São Paulo (Foto: Divulgação)
Estádio do Morumbi é ponto de vacinação contra Covid-19 em São Paulo (Foto: Divulgação)

Hoje, muitos comentaristas e jornalistas esportivos usam números para mostrar o bom ou ruim desempenho de um time ou de um jogador: tantos porcento de posse de bola, chutes a gol, escanteios, finalizações de fora da área... Tudo no futebol se analisa por números.

Raramente uso números. Não gosto, mas respeito todos os estilos dos comentaristas porque, para mim, não existe o melhor. Existem estilos e visões diferentes de analisar uma partida de futebol.

Onde quero chegar com esse papo?

Estamos atravessando o pior momento desde da divulgação da pandemia. Fevereiro foi o pior mês. Temos o maior números de novos casos e mortes a cada 24 horas. Mais de 255 mil pessoas já morreram, e está tudo funcionando, inclusive o futebol, como se nada estivesse acontecendo.

Se tudo estava fechado e sem esporte desde março do ano passado, quando a situação não era tão crítica, por que agora não se para tudo?

É o momento de as pessoas entenderem que estamos num período desesperador: leitos de UTI lotados, 100% de ocupação nos hospitais pelo Brasil... Os números que realmente interessam são esses horríveis sobre a pandemia.
Mas aí vão falar: "Precisa ter jogo para os clubes pagarem os salários dos jogadores, as pessoas precisam trabalhar".

Tudo isso é verdade e necessário, mas antes de tudo as pessoas precisam estarem vivas. Muitos não respeitaram as recomendações da OMS, os pedidos para não fazerem festas de final de ano, bailes de Carnaval. De nada adiantou para essas pessoas negacionista, irresponsáveis, sem empatia. Pessoas que não estão nem aí com as mortes pelo Covid-19.

É o momento de fechar tudo, parar com o futebol por um tempo para ver se as coisas melhoram. Chega de ignorância, mentiras, fake news. É hora do governo começar a falar verdades e ajudar os brasileiros a sobreviverem.

Além da vacinação, precisamos de união do povo, empatia e sacrifício. Eu sei que serei massacrado pelos bolsonaristas, mas o que me importa é a verdade, a saúde e a sobrevivência dos brasileiros como eu, como vocês, como todos nós.

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Mercado da Bola em Rondônia terá a presença de jogador que atuou no Real Madrid
• Álvaro Miguéis recebe alta médica, após contrair covid-19
• Veja a Tabela do Campeonato Rondoniense Série A 2021

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: alexandrejaba1@hotmail.com

©2021 - Todos os direitos estão reservados - É a hora de fechar tudo no Brasil e parar também com o futebol - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar | CNPJ.: 41. 193. 592/0001-92

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco