América Mineiro   Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Bragantino   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cuiabá   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Grêmio   Internacional   Juventude   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Avaí   Botafogo   Brasil - RS   Brusque   Confiança   Coritiba   CRB   Cruzeiro   CSA   Goias   Guarani   Londrina   Náutico   Operário-PR   Ponte Preta   Remo   Sampaio Corrêa   Vasco   Vila Nova   Vitória  
4

"Fogo no Parquinho" entre diretores do União Cacoalense e o Porto Velho pode parar nos tribunais

 
15/03/2021 16h18, Plantão Esportivo/ Informações futebol do Norte
 
20 Diretores do União Cacoalense e do Porto Velho trocam farpas e pode  parar nos tribunais. (Foto: Divulgação)
Diretores do União Cacoalense e do Porto Velho trocam farpas e pode parar nos tribunais. (Foto: Divulgação)

A diretoria do Porto Velho acertou nesta segunda feira 15, a contratação do meia Everton para a temporada 2021. O jogador estava treinando com elenco do União Cacoalense, porém havia sido dispensado na última sexta feira em conversa pelo WhatsApp pelo presidente da Raposa da BR, Wesley Dias.

Fogo no parqunho parte I

Ao tomar conhecimento da negociação do atleta com o Porto Velho,  a diretoria do União Cacoalense divulgou uma nota de repúdio: "A S.E. União Cacoalense repudia o assédio e a atitude  do Porto Velho F.C , a um dos atletas do nosso atual elenco, convidando e convencendo o referido jogador desligar se do União Cacoalense e se apresentar ao Porto Velho. Estamos analisando com nosso departamento jurídicoas ações que deverão ser tomadas em relação aos custos que tivemos com o atleta.

Em contato com o Futebol do Norte, o CEO do Porto Velho, Igor Cotta, buscou esclacer como ocorreu a negociação com o meia everton. "Fui procurado pelo atleta  que se ofereceu ao clube alegando que havia sido dispensado. Ele tinha contrato encerrado com o Campinense-PB, vi que o jogador estava livre e acabei o contratando", disse Igor.

Fogo no parquinho parte II

Ainda de acordo com Igor Cotta, o União Cacoalense expôs de forma irresponsávela imagem do Porto Velho nas redes sociais. "Já entramosem contato com nossojurídicoou ele se retrata nas redes sociais, ou se retratacom o clube ou vai responder um processo contra calúnia e difamação. Falar até papagaio fala, eu quero ver provar", disparou.

 

Presidente do UniÃģo Cacoalense Wesley Dias e o jogador Everton.  (Foto: WhatsApp)
Presidente do União Cacoalense Wesley Dias e o jogador Everton. (Foto: WhatsApp)

 

Everton Henrique jogador do Porto Velho ou do União Cacoalense ? (Foto: Divulgação)
Everton Henrique jogador do Porto Velho ou do União Cacoalense ? (Foto: Divulgação)

 

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Avaliação e Parceira entre Atlético Goianiense e Júnior Lopes será dia 20 e 21 de agosto em PVH
• Diretoria do Real Ariquemes empresta vários jogadores do Sub-20 para equipes da Série B
• Real Ariquemes conquista o Tricampeonato Rondoniense Sub-20

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: [email protected]

©2022 - Todos os direitos estão reservados - "Fogo no Parquinho" entre diretores do União Cacoalense e o Porto Velho pode parar nos tribunais - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar | CNPJ.: 41. 193. 592/0001-92

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco