América Mineiro   Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Bragantino   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cuiabá   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Grêmio   Internacional   Juventude   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Avaí   Botafogo   Brasil - RS   Brusque   Confiança   Coritiba   CRB   Cruzeiro   CSA   Goias   Guarani   Londrina   Náutico   Operário-PR   Ponte Preta   Remo   Sampaio Corrêa   Vasco   Vila Nova   Vitória  
4

STJD: Porto Velho denunciado por escalação irregular e pode pegar multa de 100 Mil Reais

 
24/09/2021 16h32, STJD Rio de Janeiro
 
20 Watthimem foi punido com quatro jogos no STJD do Futebol em julgamento realizado no dia 16 de dezembro. (Foto: STJD)
Watthimem foi punido com quatro jogos no STJD do Futebol em julgamento realizado no dia 16 de dezembro. (Foto: STJD)

A equipe do Porto Velho será julgada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol por suposta escalação irregular na Série D do Campeonato Brasileiro. Com suspensão a cumprir por infração cometida quando defendia o Ji-Paraná, Watthimem foi relacionado para defender o Porto Velho na partida contra o Gama e a irregularidade identificada pela Diretoria de Competições da CBF. O processo será julgado na próxima terça, dia 5 de outubro, pelos auditores da Segunda Comissão Disciplinar, em sessão agendada para às 10h.

Watthimem foi contratado pelo Porto Velho e registrado no BID da CBF em 29 de julho. Dois dias depois o meia-atacante constou na súmula da partida contra o Gama, pela Série D do Brasileiro. Após a partida foi identificado que o atleta tinha punição a cumprir e não poderia ser relacionado até o cumprimento da pena.

A pena é referente a uma expulsão em outubro de 2020 quando defendia o Ji-Paraná em partida contra o Galvez na Série D. Denunciado e julgado por praticar agressão física descrita no artigo 254-A do CBJD, Watthimem foi punido com quatro jogos no STJD do Futebol em julgamento realizado no dia 16 de dezembro.

Em diligência para confirmar se o atleta tinha cumprido na íntegra a pena, a Procuradoria da Justiça Desportiva oficiou a Diretoria de Competições da CBF que retornou informando:

“O referido atleta foi suspenso pela 3ª CD do STJD por 04 (quarto) partidas em 16/12/2020, enquanto atuava pelo Ji-Paraná/RO na Série D 2020, tendo cumprido a suspensão automática no dia 25/10/20.

De acordo com o Art. 66 do RGC, as suspensões pendentes devem ser cumpridas na próxima competição CBF em que o atleta for inscrito, visto que a competição original (Série D/2020) foi encerrada antes do cumprimento total da pena.

O atleta inscrito pelo Porto Velho/RO na Série D/2021 em 30/07, devendo então cumprir as suspensões nas partidas seguintes a essa data. Entretanto, o mesmo foi escalado na partida de 31/07 contra o Gama/DF”, informou o DCO.

Com o retorno do DCO, a Procuradoria denunciou o Porto Velho por infração ao artigo 214 do CBJD.

Art. 214. Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.
PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

A sessão de julgamentos será virtual e terá transmissão ao vivo no site do STJD do Futebol.

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Técnico Júnior do Remo Sub-20 foi Bi-campeão Rondoniense pela extinta S.E Ariquemes
• Real Ariquemes fica no empate contra Remo jogo de ida da Copa do Brasil Sub-20
• Árbitros de Rondônia são escalados para jogos dessa semana da Série B e Copa do Brasil Sub-20

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: [email protected]

©2022 - Todos os direitos estão reservados - STJD: Porto Velho denunciado por escalação irregular e pode pegar multa de 100 Mil Reais - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar | CNPJ.: 41. 193. 592/0001-92

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco