América Mineiro   Athletico Paranaense   Atlético Goianiense   Atlético Mineiro   Bahia   Bragantino   Ceará   Chapecoense   Corinthians   Cuiabá   Flamengo   Fluminense   Fortaleza   Grêmio   Internacional   Juventude   Palmeiras   Santos   São Paulo   Sport   Avaí   Botafogo   Brasil - RS   Brusque   Confiança   Coritiba   CRB   Cruzeiro   CSA   Goias   Guarani   Londrina   Náutico   Operário-PR   Ponte Preta   Remo   Sampaio Corrêa   Vasco   Vila Nova   Vitória  
4

Vai ficar na história! Dois monstros. Daria um filme inédito, ganhador de bilheterias!

 
Argentina x França entra para o topo de lista dos maiores jogos da história das Copas
19/12/2022 15h46, Plantão Esportivo
 
20 Messi X Mbappé Final mais emocionante de uma copa do mundo (Foto: Divulgação)
Messi X Mbappé Final mais emocionante de uma copa do mundo (Foto: Divulgação)

Um jogo épico que teve duelo particular dos brilhantes Messi e Mbappé, coroando uma Copa do Mundo excepcional do argentino. A França parecia batida, mas fez dois gols perto do fim e levou o jogo para a prorrogação, que também contou com ingredientes emocionantes: duas bolas na rede e uma defesa espetacular de Emiliano Martínez. Nos pênaltis, a seleção sul-americana levou a melhor e ficou com o tri no Catar.

A Copa de Messi

Será para sempre a Copa da consagração de Lionel Messi. Aos 35 anos, em seu quinto Mundial, o camisa 10 alcançou o título tão procurado ao longo da vida. E alcançou em grande estilo. Na final, fez o primeiro gol, de pênalti, participou da jogada do segundo e ainda marcou, já na prorrogação, o terceiro. De quebra, converteu sua cobrança nas penalidades finais. Deixou o Mundial com recordes quebrados (mais jogos na história, mais gols pela Argentina) e uma participação luxuosa no Catar. Foram sete gols (vice-goleador, atrás de Mbappé) e três assistências nesta Copa.

Mbappé em um estalo

Mbappé mal viu a bola no primeiro tempo. A dificuldade da França esteve representada na incapacidade de fazer seu principal astro jogar. Bem marcado, ele não teve vitórias pessoais, não encaixou as tradicionais arrancadas. E aí, em um estalo, acordou a partir da metade do segundo tempo. Fez três gols (dois de pênalti, o outro um golaço) e ressuscitou a França. Ainda converteu sua cobrança nas penalidades finais. Saiu com o vice, mas como goleador da Copa, com oito gols.

 

/comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

/notícias relacionadas

• Mycael, goleiro rondoniense, foi o titular na estreia da Seleção Brasileira sub-20 no Sul Americano
• Ex-técnico do goleiro Mycael comenta sobre convocação do atleta rondoniense para a Seleção Sub-20
• Zico recebe camisa do Porto Velho das mãos Júnior Lopes, diretor de futebol da equipe

Compartilhe você também:

Contato: Jornalista Alexandre Jabá - DRT 1357 Telefone/Whatsapp: (69) 98487-3042 ou pelo e-mail: [email protected]

©2023 - Todos os direitos estão reservados - Vai ficar na história! Dois monstros. Daria um filme inédito, ganhador de bilheterias! - Plantão Esportivo - A notícia em 1º lugar | CNPJ.: 41. 193. 592/0001-92

Quem somos | Política de Privacidade | Fale conosco